terça-feira, 20 de março de 2012

Desafio By Deva

A Márcia do by Deva lançou este desafio, eu achei as perguntas muito interessantes e decidi responder!
Apesar de não me considerar propriamente uma artesã no verdadeiro sentido da palavra, acho que sou mais uma curiosa e amadora nesta coisa dos crafts e das coisas feitas pelas nossas mãos!

Quais os teus hobbies preferidos?
Costurar, fazer croché e bordar e para completar fotografar!
O que te levou a criar um blogue?
Tenho um outro blog e a determinada altura comecei a sentir necessidade de juntar tudo o que tenho ido fazendo neste meu processo de aprendizagem. Além disso, a Mariquitas incitou-me, aliás... quase que me fez um ultimato!

Se tivesses que juntar duas bloggers nacionais para um jantar temático quais seriam as tuas convidadas?
Só duas??? Difícil... mas seriam concerteza a Constança Cabral, do Saídos da Concha e a Virgínia do Amo-te Mil Milhões... mas também acrescentaria a Margarida do Pano para Mangas

Quais os teus blogues preferidos nacionais?
Os quatro que já referi até agora, o By Deva, a Borboleta Serrana e a Sofialgarvia. E tantos mais que estão ali na minha lista do lado e que me têm servido de inspiração e motivação!

E internacionais?
O MADE, o Michele Made MeAttic 24, e as Dutch Sisters.  E mais uma lista longa... ali ao lado! Só é pena que não tenha assim tanto tempo para fazer as visitas habituais...

Que opinião tens em relação aos workshops de costura?
Depende do workshop... acho que alguns são demasiado caros para o que se aprende, mas sinceramente acho que são úteis, na medida em que nos transmitem ensinamentos, truques e técnicas. Eu gosto de participar, porque aprendo melhor vendo fazer...
Como surgiu o teu trabalho na área do artesanato?
Começou com a minha vontade de recuperar a velhinha Singer que era da minha avó e depois da minha mãe e que sempre fez parte do meu imaginário de infância, cresci a ouvir aquele som cadenciado da máquina a costurar. Decidi ver se ainda conseguia costurar com ela.
Depois o crochet foi por mera casualidade... tive que comprar um novelo de fio de crochet para fazer uma coisa e de súbito lembrei-me... "será que ainda ser fazer crochet? Vai para 20 anos que a minha mãe me ensinou e nunca mais peguei numa agulha..." e o mais engraçado é que sabia ainda tudo, como se nunca tivesse deixado de o fazer...
O nome do teu projecto deve-se a…?
Ao nome da minha mãe, porque ela sabia estas artes todas e quis ensinar-me em menina, mas eu era demasiado impaciente e irreverente e não quis ou não me dispus a aprender! Ai se arrependimento matasse... deve ser mesmo o único que tenho! Às vezes quero fazer uma coisa e penso que se a minha mãe cá estivesse ia a correr ligar-lhe para ela me ensinar!
De onde vem a inspiração para os teus trabalhos?
De blogs, de livros e de revistas!

Muitas pessoas dizem que é difícil senão impossível viver só do artesanato em termos monetários. O que pensas em relação a este assunto?
Seria bom que se pudesse viver do artesanato... mas se já era difícil noutros tempos, nestes dias de crise ainda acho mais... mas tenho noção que há muita gente a conseguir sobreviver pelo menos, através dos produtos que fazem e dos workshops que dão!
Se tivesses que levar um único livro numa viagem longa, que livro seria?
Os meus diários todos!
Se essa viagem longa fosse de livre escolha, qual seria o destino?
Terra do Fogo
Qual seria para ti o melhor desafio?
Aprender a trabalhar com um tear.
Qual a tua cor de eleição?
Verde, da esperança. Mas também gosto muito do castanho e do branco
O melhor filme?
Snatch - Porcos e Diamantes, mas a lista é bem maior...
Personalidade?
Gabriel Garcia Márquez.

Objecto preferido?
Máquina fotográfica

Sem comentários:

Enviar um comentário

Ponha aqui as suas mãos!