sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Só me apetece... tricotar!

Eis que 22 anos após a última tentativa de aprender a tricotar, e de a minha saudosa mãe ter simplesmente encerrado qualquer tentativa de me ensinar esta arte, consegui finalmente aprender!
Eis que consegui vencer a convicção que tinha de que era uma inepta no que ao tricot diz respeito!

Tenho a agradcer à minha querida D. Amália, que com a sua calma, simplicidade e paciência me conseguiu finalmente ensinar aquilo que eu não conseguia compreender: como passar uma malha duma agulha para a outra!

E agora que consegui perceber o mais rudimentar do tricot vejo-me completamente rendida à montagem sucessiva de malhas de uma agulha para a outra!
A D. Amália ensinou-me um esquema bem simples, mas que se faz facilmente e cria um trabalho bem bonito, que irá aquecer-me o pescoço!

Mas nem tudo foi pacífico neste projecto, desenganem-se se pensaram que eu tinha encarrilhado logo à primeira. 
Por duas vezes deixei "cair uma malha" e fiquei de tal maneira em papos de aranha sem conseguir recuperá-la, que por duas vezes desmanchei o trabalho todo e recomecei!
À terceira vez, tentei desmanchar apenas parte e voltar a enfiar as malhas na agulha, mas ficou tudo engatado e claro que só a D. Amália me conseguiu slavar de mais um desmanchar por completo... 

Continuo a preferir o crochet, mas estas duas artes com lãs são tremendos vícios!

Aqui fica um registo daquilo que será a minha gola de lã.


16 comentários:

  1. também estou viciada no tricot :) muitos dos presentes de Natal que vou oferecer são tricotados. este ano ensinaram-me um pontinho novo, parecido a esse que mostras. tenho que experimentar o crochet...

    beijinhos*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda bem que tens alguém a quem recorrer para te ensinar. Eu tive que recorrer a livros que a minha mãe tinha, em português, uma raridade, e à net, onde consigo perceber são mesmo em sites brasileiros ou espanhois porque os ingleses não atino mesmo. Ainda ontem em 2 horas fiz uma meias, sem pontos em espera sem mais que 2 agulhas e hoje acabei a outra meia para fazer o par. São super simples de fazer e a receita é bem básica. Fiquei contentíssima.
      Para emendas no tricot podes sempre usar a agulha de crochet, sem ela não consigo fazer tão bem as emendas, o segredo é puxar as malhas perdidas pelo lado certo, com a malha por detrás sai um ponto meia, com o fio da malha do ponto perdido pela frente sai um tricot, só tens que ter cuidado a não torcer o ponto quando o colocares na agulha de novo. Escrito parece dificil mas na prática é mesmo superfácil. Beijinho

      Eliminar
    2. Amora, experimenta o crochet sim! Eu sou claramente uma crochetadeira assumida!

      Eliminar
    3. Susana, sou mesmo uma sortuda por ter a D. Amália para me ensinar, porque tentei através de videos e tutoriais e enquanto no crochet foram úteis, no tricot não me ajudaram quase nada...
      Obrigada pelas excelentes dicas!
      Quanto às meias, já pedi à minha sogra para me ensinar a tricotar com cinco agulhas. Mas ela apesar de ser uma tricotadeira de mão cheia, não se sabe explicar assim muito bem... a ver!

      Eliminar
  2. Que engraçado, parece que as crocheteiras este ano se vão tornar também tricotadeiras! Também já tenho um projecto pensado, para por em prática a seguir ao Natal.
    Mas antes disso ainda vou experimentar uma manta de bebé com o modelo da Naná! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ideias com linhas, pois parece mesmo que sim. No meu caso foi mesmo um ponto de honra, porque a minha paciente mãe sempre tentou, mas eu era miúda e enfurecia-me não conseguir a ponto de lhe testar mesmo a paciência...
      E quanto ao ripple força! Depois quero ver os resultados :)

      Eliminar
  3. Parabéns, querida!
    Tricotar é uma conquista.
    Beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acredite, Nina, para mim foi uma conquista enorme!
      Obrigada!

      Eliminar
  4. Ena, mais uma conquista e mais uma tricotadeira!
    Que bom, Naná!
    Eu tricoto há muitos anos, entretanto aprendi a costurar, mas onde eu sinto uma verdadeira paz é ao som do tic-tic das agulhas quando tricoto.
    Bjns

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sofia, é verdade, para mim foi um objectivo alcançado!
      Mas tu és mestra das agulhas de tricot. As tuas últimas criações são deliciosas!

      Eliminar
  5. eu gosto muito de tricotar, acho muito relaxante, "esvazia" a minha cabeça de outros assuntos, faz-me bem!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Margarida, também acho que é deveras relaxante. Aliás, quer o crochet quer o tricot têm esse efeito em mim :)

      Eliminar

Ponha aqui as suas mãos!