sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

Primeiro projecto de tricot

Esta é a minha primeira peça em tricot.
Deu-me muito prazer fazê-la e alguns dissabores, já que foi preciso desmanchá-la na totalidade por 3 vezes...

Quem me ensinou este esquema foi a D. Amália, mas a Susana perguntou-me se era barra inglesa e eu fui confirmar que é realmente! Estive foi a ver os tutoriais disponíveis na internet e parece que usei um método diferente (e bem mais simples), mas obtive o mesmo resultado.

Montei as malhas, que neste caso foram 45 malhas, mas como a lã é grossa parecem ser mais. Convém montar malhas em número ímpar.

Depois faz-se uma malha em meia, a seguinte faz-se apenas uma laçada por cima e tira-se a malha, a seguinte é meia, e a outra apenas com laçada e assim sucessivamente. No final vamos ter uma malha seguida de malha dupla, e assim se vão alternando.
Na carreira seguinte, vamos fazer uma malha em meia nas malhas duplas, e nas malhas simples faz-se laçada. 
Convém fazer-se a primeira carreira do trabalho em meia, para que o trabalho fique mais "justo" e bonito. 

Eu optei por fazer uma pequena barra em meia, e que foi onde uni as duas pontas da gola.


19 comentários:

  1. Está linda!!
    E a malha fica muito bonita e nem parece muito dificil. Também gostava de fazer uma gola, mas tinha pensado em ponto de arroz.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também deve ficar bem gira nesse ponto!
      Eu estou a fazer um cachecol em ponto bago de arroz

      Eliminar
  2. Na adolescência fiz um cachecol com este ponto e de que eu muito gostava!!! Boas recordações me trouxe este teu post.
    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, as minhas recordações de infância sobre tricot eram mesmo más... mas quando são boas, vale a pena recordar :)

      Eliminar
  3. como eu gostava de saber fazer estas peçinhas, adoro camisolas de lã
    Bom fim de semana
    ************
    HF
    http://the-hf-blog.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nunca é tarde para aprender! Eu aprendi há coisa de dois meses ;)

      Eliminar
  4. Obrigada pela explicação Vera, já tinha visto o post quando publicaste mas nunca mais me lembrei de agradecer. Mas sabes, não consegui perceber a tua explicação e acho que se a base do ponto for com laçadas é uma vertente do ponto inglês com mais tendência a que quando se tenha de apanhar malhas perdidas ou emendar erros seja mais complicado de resolver. Acabei por aprender a fazer o ponto mas da forma em que se insere a agulha dentro do ponto meia da carreira anterior. Beijinhos ;o)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Susana, sim, com as laçadas, se acaso perdes uma malha, com as laçadas é muito mais complicado apanhares de novo. E eu que o diga, que por conta disso, tive que desmanchar o trabalho todo duas vezes e começar de novo!
      Basicamente creio que diferença entre este ponto e a barra inglesa é mesmo na execução, porque estive a ver tutoriais, e em termos de resultado final vai a dar ao mesmo... inclusivamente encontrei um site onde explicava a barra inglesa e a falsa barra inglesa, e ambas implicam fazeres o ponto inserindo a agulha no ponto de meia da carreira anterior.
      :)

      Eliminar
  5. Fiquei encantada com o blogue e com os lindos trabalhos que executa!! (Tenho o sonho de um dia conseguir fazer peças de tricot, que se pareçam com coisas, um gorro, por exemplo... Sou muito desajeitada!) Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Joana!
      Não custa tentar aprender. Eu sempre achei que nunca iria ser capaz e já concluí dois projectos ;) tudo se consegue, basta persistir um pouco!

      Eliminar
  6. Olá Nana! Meu nome é thais e eu adorei o seu trabalho em tricot, vc faz blusas sob encomenda em tricot?? Tem e-mail para que possamos conversar melhor? Abração

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Thais, obrigada pelo seu comentário.

      Lamento dizer que não faço quaisquer trabalhos sob encomenda...

      De qualquer forma deixo o e-mail de contacto: maosdevera@gmail.com

      Eliminar

Ponha aqui as suas mãos!