terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Podia ter-me dado para pior...

Nunca fui muito dada ao desenho, porque sempre me achei mázinha nesta actividade criativa. 
Durante os tempos de escola, sempre preferi trabalhos que envolvessem  desenho geométrico, no qual cheguei a executar projectos com algum grau de perfeição (gaba-te cesto!...), mas ficava sempre desanimada quando os meus professores de EVT pediam trabalhos de desenho livre. Sempre achei que tinha pouca visão e duas mãos esquerdas para realizar tal trabalho...
No entanto, há tempos comprei um caderno A5 de folhas para desenho (180 grs.) e há duas semanas, peguei no caderno para usar as folhas, para fazer dois postais de aniversário para duas colegas de faculdade. Tinha pensado usar de peças feitas em crochet ou conjugar tecidos, como já fiz em ocasiões anteriores. 

Mas vá-se lá saber porquê, deu-me para pegar no lápis e desenhar e ver o que saía dali... 

Não posso dizer que são rasgos de criatividade, mas fiquei satisfeita com o resultado final. Podem parecer um tanto básicos, mas para quem acha que tem duas mãos esquerdas para o desenho livre, não posso dizer que tenham ficado assim tão mal...





8 comentários:

  1. Nada básicos minha querida ;o) Eu pelo contrário adorava era desenho livre, sempre fui aluna de 5 a EVT e segui Artes no secundário e sempre fui naba a desenho e geometria descritiva por ser de régua e esquadro, fiquei 1 ano retida no secundário só por causa dessa disciplina, à base de explicações pagas lá me safei e até ganhei gosto pela área e até tive um boa nota no exame. Mas hoje o desenho é uma paixão adormecida, quem sabe um dia. Dos 2 desenhos, o teu 1º desenho está muito giro. Adoro desenhos a lápis de grafite apenas, isso e a caneta preta ;o)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Susana, oh... agora fiquei lisonjeada! Obrigada mesmo!!!
      Acreditas se te disser que adorava era o desenho geométrico?! Conseguia ser sempre a primeira a completar trabalhos de desenho geométrico e sem erros... costumo ainda recordar a proeza de ter conseguido desenhar o polígono com 11 lados (já não me lembro do nome dele...) à primeira e sem qualquer erro!

      Porque não voltas a tentar só para ver como corre?

      Pois, olha que me arrependi de ter colorido a rosa... fui à caixa dos lápis e canetas do meu filho e confesso que não aceitei bem com a coisa... era bem mais bonito antes de ter pintado...

      Eliminar
  2. Eu acho bem giros. Eu nunca seria capaz de fazer uma coisa do género! Parabéns!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Mariposa!
      Já tentaste?! Nunca se sabe...

      Eliminar
  3. A menina vá lá vai ... tem mesmo jeitinho!!!

    Gostei e muito. Parabens Naná xx

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Carla, achas mesmo?! Olha que tu também não te sais nada mal, daquilo que já vi!

      Obrigada! Beijinhos :)

      Eliminar
  4. Muito bom. Engraçado que com o passar dos anos também tenho descoberto que afinal as minhas mãozinhas sabem fazer muita coisa. Não há nada como ir experimentando e ver o resultado, caso contrário nunca se consegue nada. bjs

    Ana Teresa

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ana Teresa, bem-vinda ao meu espaço!

      Obrigada!

      É tão boa a sensação de descoberta de que somos capazes de coisas que nunca sequer tínhamos pensado ter capacidades!!

      Eliminar

Ponha aqui as suas mãos!