segunda-feira, 11 de novembro de 2013

Bordando nomes

Continuo a gostar de bordar.

Cada vez que o faço recordo-me do prazer que me dá bordar, é como se desenhasse, mas em tecido.

Cada vez que o faço, pergunto-me porque não dedico mais tempo a esta arte que me dá prazer... 

Gosto especialmente de bordar nomes de pessoas, não sei se pelo formato das letras, que se assemelham mais à minha caligrafia de criança, quando andava na escola primária.

A Leonor é uma colega de escola do meu filho e foi um prazer fazer este trabalho!

Aliás, minto... gostei de bordar, só não gostei que o tecido fosse composto por 65% de poliéster e eu me visse grega para espetar a agulha ao dar os pontos. Foi uma tarefa de precisão, para que os pontos ficassem perfeitinhos. 

Tive mesmo que encontrar uma agulha de uma espessura mais reduzida, de forma a conseguir perfurar mais facilmente o tecido. Mesmo assim fiquei com o dedo médio uma lástima, porque eu simplesmente ainda não me consegui habituar a usar dedal...

Mas o prazer que me deu ver a carinha de felicidade da amiga do meu filho fez tudo valer a pena!


20 comentários:

  1. Eu ficava com o dedo todo "esburacado" quando fazia ponto cruz...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. No ponto cruz até não era muito problemático, mas no bordado, estou a ver que não me safo... acho que vou tentar ver se me safo com um dedal de silicone ou então de couro. Tenho é que o encontrar...

      Eliminar
  2. Ficou lindo. O meu projecto de bordado também são letras, mas são mais gordas e logo tenho de as preencher mais. Tenho experimentado fazer vários pontos para testar várias técnicas. Não estão tão perfeitos como o teu, mas com a prática ainda chego lá. :) E eu também não uso dedal. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Catarina.

      O teu de certeza que vai ficar lindo também.
      Eu estou a ver que tenho que praticar mais, porque há uns pontos que já não estou a ver como se começam...

      Eliminar
  3. Tão perfeitinho! A Leonor tem razão para ter ficado feliz! :) Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Joana! Ficou mesmo satisfeita e acho engraçado as crianças ficarem felizes com coisas feitas à mão :)

      Eliminar
  4. Compreendo-te quanto ao tecido.

    Mas ficou Lindo e a Leonor só pode estar muito Feliz com o resultado

    :-)))) x

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ai Carla... oh tecido ruim de bordar...

      Obrigada Lovely Lady :)

      Eliminar
  5. Já soube bordar assim, acho que com paciência sou capaz de me lembrar. Gosto de ver nomes bordados, são pormenores interessantes e que tornam uma peça única e original!

    (o teu ponto é muito perfeitinho Naná!)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Margarida, toca a pegar em agulha e linhas! Aposto que encontras inspiração para fazer coisas giríssimas para o Enzo :)

      Obrigada :)

      Eliminar
  6. Adoro ver esse bordado, mas não sei fazer, que pena, fica tão lindo, talvez um dia tente aprender.
    Beijinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vale a pena tentar aprender. Eu aprendi há pouco mais de um ano e fiquei surpreendida com a facilidade com que se aprende. Depois, como tudo nestas artes manuais, é mesmo uma questão de prática ;)

      Eliminar
  7. Gosto muito. Como eu gostaria de saber bordar letras com essa perfeição.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Ana!

      Oh mas fazes trabalhos tão lindos nas tuas casinhas e que são perfeitos!!

      Eliminar
  8. Também ando aqui às voltas com um bordado para a escola da minha filha e a tua 3ª frase assenta-me como uma luva. Por acaso, acho que o mais difícil de bordar são mesmo letras. As tuas são uma inspiração.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Joana, acho que tenho mais facilidade em bordar letras porque quando comecei a bordar foi por aí que comecei...

      Gostava de ver o que andas a fazer ;)

      Eliminar

Ponha aqui as suas mãos!