terça-feira, 8 de abril de 2014

Renovação de um acessório

Em Janeiro passado, comprei uma mala nova para mim, para substituir uma que já estava surrada e estafada. 

Encontrei uma por mero acaso que me encheu as medidas.

Mal sabia eu que pouco mais de três semanas depois estaria a reclamar na loja onde a comprei, por conta do fecho metálico se ter partido sem mais nem porquê. A dona da loja achou por bem ignorar a minha reclamação, alegando que a quebra do fecho se tinha devido ao "uso abusivo" e não devido a um qualquer defeito de fabrico do fecho. A dita senhora, sem qualquer noção das regras de mercado, ignorando que uma mala tem igualmente 24 meses de garantia e que eu, enquanto consumidora, posso reclamar uma não conformidade com o produto no prazo de 60 dias, recusou-se a aceder a qualquer uma das alternativas que lhe coloquei: devolução do valor da mala, reparação da mesma ou troca por outro artigo do mesmo valor.
Isto valeu uma reclamação por escrito no livro vermelho e irá certamente resultar numa coima de 2500€ para a senhora comerciante (que ao que apurei, já é reincidente na questão!)

Mas adiante... acabei por ficar com uma mala totalmente nova, com um fecho partido. Aguardei mais de 30 dias por uma resposta à reclamação (esperando pelo menos ser contactada pela ASAE...), mas nada!
Decidi levar a mala a uma casa da especialidade, para tentar saber se haveria solução para o estrago. 
O senhor que me atendeu respondeu afirmativamente, mas que isso implicaria o corte de uma parte metálica e colocação de uma espécie de argola em cabedal onde pudesse pregar um novo fecho metálico. 

Como o preço pedido era irrisório (5€), avancei. Digamos que não apreciei muito o cabedal usado, não só pela diferença de tonalidade, mas pelo acabamento um tanto ou quanto tosco... mas por 5€ não me senti na hipótese de me armar em exigente... 

E o que se faz nestas situações? O óbvio: arranjamos um enfeite qualquer que disfarce!
Neste caso um botão decorativo que lhe dá também um outro ar!

Até me atrevo a dizer que gosto mais da mala assim do que antes.

E cá está o resultado final.




6 comentários:

  1. O botão é muito bonito e a tua ideia foi boa. A atitude dessa senhor é que é de lamentar…

    ResponderEliminar
  2. Eu não vi o antes, mas gosto do depois...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Imagina um pingalhete pendurado... era mais ou menos assim, mas simples.

      Eliminar
  3. Histórias menos felizes à parte, o botão é lindo e ficou a matar!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Margarida!
      As histórias menos felizes deram a oportunidade para um refrescar na mala ;)

      Eliminar

Ponha aqui as suas mãos!