sexta-feira, 17 de abril de 2015

Gorros há muitos...

Mas eu tenho poucos. Dois ou três, no máximo.

Nunca fui fã de usar chapéus, gorros, lenços ou bonés na cabeça.
Talvez por isso, os anos em que trabalhei no sector da construção civil tenham sido duros por causa da obrigação de usar capacete de protecção.

Mas talvez também surtido o seu efeito. Hoje em dia, quando o frio aperta mais, sinto necessidade de proteger a cabeça do frio e usar gorros já não me faz tanta confusão.

Continuo a não apreciar ver-me de gorro, mas aprecio muito o quentinho no cocoruto.

Como já tinha corrido a família toda a gorros, só faltava mesmo eu...

Se melhor o pensei, mais depressa encetei a "empreitada".

Pelo caminho, fui dar com os dois novelos de Rosários 4 Gipsy que comprara há dois anos atrás e que era para ter feito algo para mim, em crochet.  Curiosamente, ainda cheguei a começar um gorro em crochet, mas dada a natureza irregular do fio, não gostei do efeito nem da sensação de crochetar, e abandonei o projecto.
Decidi guardá-los para mais tarde decidir o que fazer deles. Já nem me lembrava que os tinha.

Quando voltei a encontrá-los, achei que seriam perfeitos para tricotar. E não me enganei!

Combinei as instruções de dois esquemas, mas tentei fazer a coisa da forma mais simples possível.

Mas cá entre nós, acho que vai ficar-me grande...



11 comentários:

  1. A cor da lá já me convenceu. Eu então sou uma vendida por gorros e chapéus. Desde miúda. À coisa de dois anos descobri que a avó da minha avó era proprietária de uma chapelaria em Alcântara, e que também fazia chapéus. Deve de estar nos genes. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
    2. Catarina, uau!!

      Adoro esses pequenos pormenores, às vezes parecem explicar muita coisa das nossas vidas :)

      Eliminar
  2. Gosto da lã...
    Se achas que está grande, mais vale desmanchar já que depois de pronto.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agora é tarde demais! Já está pronto!

      Mas fica muito melhor, exactamente por ser enorme ;)

      Eliminar
  3. Gostei imenso da cor e aposto que vai ficar lindo! Bom trabalho! Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Joana.

      Ficou muito castiço. Eu depois mostro :)

      Eliminar
  4. Eu, ao contrário de ti, gosto de gorros e chapéus.
    Essa lã é linda.
    Podes, por favor, dizer-me de onde tiraste a receita? Obrigada!
    Beijinhos e bom fim de semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nina, o gosto por gorros em mim está "em desenvolvimento".

      A receita foi uma combinação de um esquema que me deram e dum esquema que está no livro Malhas para Bebés da Debbie Bliss.

      Eu depois publico a receita quando postar o gorro finalizado ;)

      Eliminar
  5. Eu também não gosto de andar com "coisas" na cabeça, compreendo perfeitamente. Mas adoro ver gorros, boinas e chapéus nas cabeças dos outros :)) eu sei... parece tolice mas então, manias são manias.
    Naná, essa lã é tão bonita! O gorro deve ter ficado o máximo ;)
    beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não parece tolice nenhuma, eu também sou assim. Acho sempre que os outros têm muito mais perfil e "estilo" para usar gorros como eu!

      A lã é muito fixe, super quentinha e o gorro, de tão grande, dá-me assim um ar à hippy :)

      Bjs

      Eliminar

Ponha aqui as suas mãos!