quarta-feira, 6 de maio de 2015

Boardwalk & Fine Donegal

Há muito que desejava ser capaz de tricotar algo para mim, para eu usar.

Sem ser gorros e cachecóis, claro!

Há muito tempo que desejava ser capaz de tricotar uma camisola para mim.

O grupo da Tricot das Cinco no Ravelry deu o mote (e que mote! obrigada Sofia).
Aliás, este grupo tem sido uma enorme fonte de galhofa e aprendizagem e acho que não estarei a exagerar se disser que o Ravelry é hoje em dia uma das duas redes sociais que mais privilegio e que prefiro (a primeira é mesmo o Instagram).

Quando a Sofia decidiu fazer uma poll/votação para escolher a designer cujo modelo iríamos fazer no KAL de Abril, a coisa foi mesmo renhida, até ao último segundo. Como houve duas grandes escolhas, nada como escolher as duas designers mais votadas: a Heidi Kirrmaier e a Katie Davies. A poll dos modelos não foi muito menos renhida!

Eu escolhi a Heidi Kirrmaier e o modelo de sweater Boardwalk porque tem tudo a ver com o meu estilo e com o tipo de roupa que costumo e gosto de usar. Além disso, o Braid Hills da Katie pareceu-me assim muita "areia para a minha caminéte", com aqueles torcidos. Ficará para mais tarde, quando eu já dominar melhor essa técnica, porque eu não sou de virar costas a um desafio.

Tinha tudo a postos para começar suavemente o desafio, quando a minha vida deu a volta de 180º e tudo se me complicou: o tempo escasseou, a mente exausta, o corpo privado de sono, exigências de todos os quadrantes, embróglios multiplicados e pequenas e irritantes quesílias com empresas fornecedoras de tv, telefone e energia eléctrica roubaram a pouca réstia de paz de espírito que eu tinha.

Mas forcei-me a começar este projecto. Porque este era um projecto que eu queria fazer há muito tempo. Porque é para mim, antes de mais ninguém e de todos os outros! Porque às vezes temos que ser gentis connosco mesmas, e um pouquinho egoístas, se nos queremos preservar minimamente.

Esta ideia de ser gentil comigo mesma partiu da Isabelle, a autora do podcast Fluffy Fibers, que está a organizar um Gentle-a-Long: um projecto em que nos empenhamos activamente em sermos conscientemente gentis connosco mesmas!

Tem ido crescendo aos poucos, nos poucos minutos que consigo desencantar para me dedicar a ele, mas eu estou a apreciar cada volta, cada carreira.

O fio é da Debbie Bliss, o Fine Donegal, na cor fucsia.



E já está um pouco mais crescido que isto...


16 comentários:

  1. Vai ser gira, com certeza! Gosto muito da cor!

    ResponderEliminar
  2. Estou curiosa para ver o que vai sair daí, gosto da cor.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vai sair uma camisola super gira, espero ;)

      Eliminar
  3. Gostei muito do modelo. De certeza que vai ficar linda, principalmente com essa cor. A primavera chegou definitivamente. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade, espero ainda conseguir terminar antes da chegada efectiva do Verão ;)

      Eliminar
  4. Que delícia saber tricotar! Um dia ainda aprendo!

    http://naomemandeflores.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Camila, nunca é tarde para aprender. Veja o meu caso, aprendi há pouco mais de 3 anos ;)

      Eliminar
  5. So glad you made it a priority to do something for yourself!
    Happy knitting, and hope things become smoother.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Thank you Francesca!

      I hope so too, for the sake of my sanity ;)

      Eliminar
  6. Respostas
    1. Tenho ido fazendo aos poucos mas estou a gostar bastante :)

      Eliminar

Ponha aqui as suas mãos!