terça-feira, 26 de abril de 2016

Jornal de projectos / Projects Journal

Desde que me iniciei neste mundo dos crafts e da criatividade, que decidi documentar o que fazia num caderno.
Sempre fui muito adepta de registar as coisas em papel, sou uma tremenda sentimentalona e gosto de recordações e tudo o que me possa fazer lembrar de coisas e eventos que já passaram.

Mas o caderno onde registava os projectos começou a tornar-se um monstro de desorganização, com rótulos de novelos e amostras de tricot para projectos e a coisa assumiu proporções tais que já nem sabia por onde lhe pegar.

Por isso, um dia, depois de muito magicar e idealizar e recolher inspiração mentalmente, arregacei as mangas e peguei num dossier, em micas e cartolinas coloridas, a minha colecção de washi tape e as minhas canetas de todas as cores e decidi passar tudo a limpo e organizar as amostras, e os pedaços de fios, e os rótulos dos novelos que usei e melhorar a informação toda sobre o projecto.

No fundo, o que fiz foi criar um registo físico em tudo semelhante ao Ravelry.
Curiosamente, comecei a registar os dados da amostra de tricot no meu caderno, antes de essa opção estar disponível no Ravelry...

Ainda estou a meio da transição da confusão organizada para a organização perfeita.

Mas tem sido um exercício muito divertido!


Antes

Antes

Depois

Depois

*****
Ever since I began my journey in the crafts and criativity world, I decided to documentt what I was making in a notebook. 

I have always been very keen on making notes on paper, and I am tremendously corny and love the memorabilia and memoirs and all of those things that can help me remember things and events long gone. 

But the notebook where I joted down my projects became a monster of disorganization, with skein labels and swatches all bursting out, in such proportion that I didn't know how to pick it up anymore. 

So, one day, long after a lot of pondering and idealizing and lot's of mental inspiration gathering, I rolled up my sleeves and picked up a file organizer, some plastic pockets, and colorfull cardboards, my washi tape collection and multi-color pens and started to make a clean slate, organizing swatches, the thread's samples, and the skein labels and improving and displaying clearly all the information about the project.

Basically, what I did was make a physical registry a lot similar to Ravelry.
Funny thing is that I started to take notes about my swatches long before Ravelry had that option available.

I am still in the transition from one organized mess to a perfect organization.

But it has been a fun exercise!

4 comentários:

  1. Adorei a ideia... e é válida para muitos projetos da vida :-)

    ResponderEliminar
  2. Adoro a tua organização, a minha em comparação é inexistente ;) Gosto de me guiar pelo ravelry, mas contudo acho útil guardar as amostras e etiquetas, por isso mantenho as notas no ravelry, e fisicamente só a amostra, com marcação para o tamanho da agulha como a Ysolda usa (laçadas para mm e purls para cada 1/4 de mm), e a respectiva etiqueta agrafada. Guardo todas num dossier A5 junto com as etiquetas dos fios para os quais não houve amostra (essas apenas furo). Basicamente a minha primeira referência é o ravelry, e só depois me tento entender com o registo físico ;)

    ResponderEliminar
  3. Ficou o máximo, Naná! Também tenho um caderno onde documento todos os meus projetos! Coloco também fotos do trabalho final, para não me esquecer. É um exercício engraçado. Beijinho

    ResponderEliminar
  4. Eu sou usuária do Ravelry e documento tudo lá. Gostei muito da sua ideia do caderno quando a vi no Instagram mas ainda não comecei o meu. Preciso me organizar melhor! :-)

    ResponderEliminar

Ponha aqui as suas mãos!