terça-feira, 31 de outubro de 2017

Gratidão em forma de casaco / Gratitude shaped like a cardigan

Em pleno verão a educadora do meu filho mais novo informou-me que estava grávida do seu primeiro filho e por isso, no final deste ano iria ausentar-se da creche. Por isso, o meu filho iria passar a estar acompanhado por outra educadora.

Apesar de ter recebido a notícia com alguma preocupação, pela mudança que isso iria implicar na vida quotidiana do meu menino, fiquei muito feliz por ela!

A C. acompanhou o Ricardo desde que ele ainda mal sabia andar e tem sido uma pessoa deveras importante na vida dele, na sua evolução e crescimento. E ela tem uma personalidade doce, um coração enorme e uma natureza calma e serena, muito importante para ajudar a minimizar a personalidade forte furacão do meu rapazola.

Ora como eu adoro tricotar para bebés, juntei o útil ao agradável! Tricotei um casaquinho de bebé como prenda para o bebé da C., porque ele vai nascer em Janeiro e os casacos quentinhos vão dar muito jeito.

Este pequeno presente é apenas uma gota no fundo do oceano de gratidão que tenho por ela, pelo seu trabalho e por todos os contributos positivos e influência benéfica que teve no meu filho.

E lá diz o ditado: "quem meu filho beija, minha boca adoça", por isso, esta peça é apenas um pequeno gesto de demonstração da gratidão que lhe tenho.

O modelo é o Puerperium Cardigan da Kelly Niekerk, uma receita grátis no Ravelry, que tricotei com fios Drops Lima Unicolor (65% lã e 35% alpaca), na cor cinza azulado. Usei agulhas de 3.5 mm e fiz o tamanho recém nascido.

Depois para lhe dar uma certa graça, comprei botões de várias cores, porque afinal a vida é colorida e assim deve ser a nossa roupa também!

O mais engraçado é que tinha planeado fazer uma surpresa à C., mas quando estava a pregar os botões o Ricardo perguntou-me o que era aquilo e para quem era (curioso como ele achou que seria para alguém que não ele e o irmão). Quando lhe disse que era para a C. mas que ele tinha que guardar segredo, ele abanou a cabeça convicto que sim, que não ia dizer nada... pois pois... eu já devia saber que ambos os meus filhos são uns desbocados... a primeira coisa que ele disse à C. quando a viu na 2.ª feira seguinte foi:

- C., eu tenho um casaco para o teu bebé. Foi a mãe que fez!

 

*****

At the peak of summer, my youngest son's daycare teacher told me that she was expecting her first child, and for that reason would be absent from the daycare by the end of the year. So, my son would be guided by another teacher.

Although I got this news with some apprehension, because of the change it would represent in my son's daily life, I was very happy for her!

C. has been with Ricardo ever since he could barely walk and has been someone really important in his life, in his growing and evolution. She has a sweat personality, a huge heart and a calm and serene nature, very important in minimizing my little boy's hurricane strong personality.

Well, since I love to knit for babies, I put pleasure and usefulness toghether. I knitted a little baby cardigan as a gift for C.'s baby, because he is going to be born in January and warm cardigans will come in handy. 

This tiny gifts is only a drop in the ocean of gratitude I have for her, for her work and for all the positive contributions and beneficial influence she has had towards my son. 


We have a saying in portuguese that translates into something like "those who kiss my child, steel my heart"... so this little garment is only a tiny gesture of my gratitude for her.

The pattern is Puerperium Cardigan by Kelly Niekerk, a free pattern on Ravelry, that I knit with Drops Lima Unicolor yarn (65% wool and 35% alpaca), in the grey blueshish colorway. I used 3.5 mm needles and made the newborn size.

Then I bought buttons in multiple colors, to make it a little bit more fun, because after all if life is colorful so should our clothes be too!

The funniest thing was that I had planned to surprise C., but when I was sewing in the buttons, Ricardo asked me what was that and for who I was making it for (interesting thing, that he thought that it was meant for someone other than him or his brother). When I told him that it was for C.'s baby but that he must keep it a secret, he nod his head all sure of himself, that he wasn't going to say anything... yeah right... I should already know by now that both my kids are blabbermouths... the first thing he told C. the following monday, as soon as he saw her was:

- C., I have a cardigan for your baby. My mom made it!

12 comentários:

  1. LOL! Adoro as crianças ;)
    Ficou lindo!! xuac

    ResponderEliminar
  2. Achei o máximo, esse teu filho, claro só se podia esperar isso dele, deixa lá quis impressionar a C.
    Gosto muito do casaco e esses botões deram um toque mágico,a vida é para ser vivida de uma forma bem colorida.
    Beijinho e até sábado.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, ele não se conteve!

      Ainda não vai ser este sábado que apareço... acho eu... :(

      Eliminar
  3. Adorei o casaco Naná. Tambem gosto muito de fazer esse modelo de casacos, ficam sempre bem e muito perfeitinhos. Os botões dão-lhe muita graça. Já sabes que as crianças adoram dar novidades em primeira mão.
    Beijinhos
    Vó Nina

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Deolinda... perdão, Vó Nina!

      As crianças são umas malandrecas ;)

      Eliminar
  4. O casaco é muito lindo, a C. vai adorar mesmo não sendo mais uma surpresa. A reação do Ricardo foi muito engraçada, mas o que podia se esperar? Crianças são assim, sinceras e inocentes. ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A C. adorou o casaco!
      E principalmente adorou a cena do Ricardo ;)

      Eliminar
  5. Que fofo!
    Com certeza a educadora de seu filho vai amar.
    Bjus

    ResponderEliminar
  6. Ahahah os miúdos são demais! Pois claro, é difícil guardar segredo de motivo de tanto orgulho, um casaco para o bebé da C feito pela mãe!!! O casaquinho é uma ternura, esse modelo é muito bonito. Esta semana peguei num par de agulhas e também estou a tricotar umas peças para bebé :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É tão bom tricotar para bebés não é?! Dá um sentimento de paz e serenidade enorme ;)

      Eliminar

Ponha aqui as suas mãos!